Quinta-feira, 11 de Setembro de 2008

A FREIRA E O HIPPIE

Um Hippie entra num autocarro, vê uma Freira e diz-lhe:
- Quero fazer amor contigo.

Ao que a Freira responde:

- Sou Freira; portanto não posso fazer amor.

O Motorista – que escutou a conversa - diz ao hippie:
- Eu sei como podes fazer amor com a Freira.
- Como? Perguntou o hippie.
Todos os domingos, à meia-noite, a Freira vai ao cemitério rezar. Uma boa ideia seria tu esperares por ela vestido com uma túnica branca e um pouco de pó branco na cara para que assim ela pense que és Deus.

No domingo seguinte o hippie vestiu-se de Deus e foi ao cemitério  esperar a  Freira.

Chega a Freira, e põe-se a rezar (diz-lhe o hippie):
- Eu atenderei as tuas rezas se fizer amor contigo!!!!!.
A Freira responde:

- Está bem, mas por trás Senhor, porque quero manter a minha virgindade.

Quando terminam de fazer amor por trás, diz o Hippie:

- hé hé hé hé................ SOU O HIPPIE!!!

Então a Freira despe o hábito e diz:

- hé hé hé hé................ E EU SOU… O MOTORISTA DO AUTOCARRO!!!


 

publicado por pingodehumor às 15:25

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.visitas

web page counters
printer cartridges

.*O MEU SELO*

Leva-me contigo


Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons Nova página 1

* Outros blogs meus *

.OFERTA DA CINDA

Photobucket

.posts recentes

. UNS DIAS DE FOLGA

. UM CAMELO SENSATO!

. QUAIS AS DIFERNÇAS?

. LÓGICA

. DIVISÃO DE BENS

. CONVERSA DE AMIGAS

. CONVENCIDO!!!

. CONFISSÃO

. BODAS

. NO DESERTO

. BOM FIM DE SEMANA

. PEDIDO DA ESPOSA

. PANCADA NA CABEÇA

. O COWBOY E O ÍNDIO

. MÁQUINA DE LINGUÍÇAS

. GAFES DE JOÃO PINTO

. FESTA DE ARROMBA

. ESCOLHA ACERTADA

. CASAMENTO À FORÇA

. ALDEIA SEM MULHERES

.arquivos

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Maio 2007

.tags

. todas as tags

.links

.pesquisar

 
blogs SAPO