Terça-feira, 6 de Maio de 2008

ASSALTO À ALENTEJANO

Dois alentejanos entram lentamente num banco com as mãos enfiadas nos bolsos. Um fica ao pé da porta enquanto o outro avança devagar até ao centro. Passado um minuto diz: isto é um assalto. Ninguém liga nenhuma, o alentejano tira então lentamente a arma do bolso e repete novamente: isto é um assalto. Todos param. Cria-se uma longa pausa durante a qual todos olham em silêncio para o alentejano. Todos para o chão. Toda a gente se deita no chão.

Mas que nabos pensa lentamente o alentejano. Tem que se dizer tudo aos gajos, parece que nunca foram assaltados.

Passados uns minutos ouve-se outra vez a voz do alentejano dirigindo-se ao seu parceiro:

- Vai apanhar o dinheiro.  

- Vai tu. Vem a resposta passado um tempo

Então o primeiro alentejano atira um saco a um dos clientes deitados no chão e repete a ordem:

- Vai apanhar o dinheiro.

O desgraçado levanta-se e lá vai executar a ordem.

Passado um bocado e já com o saco de dinheiro às costas o alentejano diz:

- Ninguém se mexe antes de contarem até 30 000. Viram-se ambos e saem lentamente do banco.

- Compadre, vamos mais depressa. Diz o que estava ao pé da porta.

- Estás parvo? Anda normalmente, se não ainda levantas suspeitas.

Tudo corre pelo melhor e os dois já estão em casa saboreando a vitória, quando um vira-se para o outro e diz:

- Compadre! Agora é que estamos lixados!

- Então porquê?

- Agora temos que contar este dinheiro todo.

- Estás parvo? Vê-se mesmo que és alentejano! Senta-te aí e descansa, vamos esperar pelo telejornal.


publicado por pingodehumor às 15:29

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 29 de Abril de 2008

Alentejanos...

Estão dois alentejanos encostados a um chaparro à beira da estrada, quando passa um automóvel a grande velocidade e deixa voar uma nota de 50 Euros, que vai cair no outro lado da estrada.
Passados uns minutos, diz um alentejano para o outro:

 - Cumpadri, se o vento muda temos o dia ganho.

 - Pois é cumpadri, o pior é se na muda…


Dois alentejanos deitados na mesma cama:
- Ó Compadre, vossemecê tá batendo uma punheta?
- Pois tou!
- Mas a pila é minha!
- Ó porra, por isso é que nã me vinha!

publicado por pingodehumor às 16:38

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.visitas

web page counters
printer cartridges

.*O MEU SELO*

Leva-me contigo


Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons Nova página 1

* Outros blogs meus *

.OFERTA DA CINDA

Photobucket

.posts recentes

. ASSALTO À ALENTEJANO

. Alentejanos...

.arquivos

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Maio 2007

.tags

. todas as tags

.links

.pesquisar

 
blogs SAPO